Catching up

em sexta-feira, 22 de novembro de 2013 com 2 Comentários
Hellooooooooooo gente bonita!

   Tudo bem com vocês aí? Faz um tempo que sumi de novo por aqui até que hoje percebi que só tem mais uma semana de aula... Do tipo, COMO ASSIM? Quando foi que o tempo começou a passar tão rápido? O semestre mal começou e já está acabando, é isso mesmo, produção?

   Depois de um mini freak out, me lembrei que isso significava que eu já estava adiando os post do blog por quase três semanas... Not good. Por isso, resolvi fazer uma maratona de posts nos próximos dias, é muita coisa para colocar em um só (e acabei de descobrir mais vindo por aí) e eu não posso passar tanto tempo de um dia me dedicando a isso, então:

Previously, on Gilmore Girls...


   No Canadá se comemora Ação de Graças em outubro. Não é lá grande coisa para mim porque eu sou  mal agradecida mesmo nunca comemorei esse feriado antes, mas até que foi bonitinho. As mini abóboras por todos os lados, as folhas com cores incríveis, a comida boa... Meio difícil se sentir no clima sabendo que esse é um feriado mais família que o natal por aqui quando sua família está do outro lado do planeta, mas a gente supera, né? O pessoal do refeitório abusou da criatividade na hora de preparar a ceia. A tradição é ter um peru enorme, mas aqui não tocamos na comida, então para descomplicar, o peru já estava cortado em tiras na badeja que a moça pega para colocar nos pratos. Mas que coisa terrível seria privar os alunos, com tanta saudade de casa, da visão daquela tradicional ave gigante assada em cima da mesa, não? Bem, eles deram um jeito. Ou melhor, dois.


   Levou algum tempo até eu me dar conta que isso era, na verdade, bolo. Mas vamos voltar a falar das cores do outono. Se você leu o último post, deve saber como eu andava tão ocupada que me tornei uma daquelas vidas universitárias baseadas em cafeína.

   Ok, ok. Tem menos café do que qualquer outra coisa no meu "café", mas ainda assim é delicioso e me mantém acordada. Vamos em frente?

   E então veio o outono. Que. Coisa. Linda! E olha que eu nem tinha tempo de pensar em sair da universidade. Quando saia era para as aulas de campo e eu te desafio a tirar uma foto decente quando se está imprensado por todos os lados numa van em movimento. Entretanto, vocês ainda poderão ver as lindas cores que pintaram minha linda universidade algumas semanas atrás.





   Então, né? Sei que não sou a melhor fotógrafa do mundo, mas foi o melhor que eu consegui fazer enquanto corria entre as aulas. Maaaaas, como ninguém é de ferro, acabei arrumando um tempinho para me divertir... Assistindo os jogos de hockey! O Brasil que me perdoe, mas troquei futebol fááááácil! Ice hockey é um jogo tão mais dinâmico de assistir e muito mais empolgante. 

   Aaaah, hockey. A paixão canadense, onde a delicadeza destas pessoas acaba e a brutalidade começa. Deixem-me tentar explicar minha primeira impressão de um jogo de hockey: imagine doze caras disputando UFC em patins de gelo num rink de patinção enquanto, eventualmente, tentam fazer um disco passar pela trave usando tacos. Pois é. Mas não é que a UPEI tem um time super decente? Que o digam os caras da Dalhousie, que levaram apenas um 10x2 para casa... OITO PONTOS de diferença, gente, WTF? O compilado de momentos abaixo é só para tentar mostrar um pouco das minhas impressões, mas vocês já devem estar familiarizados com as minhas habilidades com a câmera a esta altura... Ou a falta delas. Bem, só prestem atenção nas criancinhas fazendo o "show" do intervalo *____*



   Nunca tinha assistido uma partida de hockey e já estava no clima de "GO, PANTHERS! GO!". E olha que o mascote é ridículo!

Não, este não é o mascote, é só o logo do time... Ah, vocês precisavam ouvir o "roar" da pantera que eles soltavam no som durante o jogo as vezes. Tive uma crise de riso na primeira vez que ouvi.
   Isso meio que me deixa triste, sabe? Para uma pessoa sedentária, eu até curto eventos esportivos, gostaria que a minha universidade fosse mais incentivadora do esporte. Aliás, gostaria que o meu país incentivasse algo além de futebol. Poxa, aqui o pessoal consegue altas bolsas de estudos por ser bom em esportes, em artes ou, tipo, alguma outra coisa! Acho o sistema de avaliação das universidades norte americanas mais justo que o ENEM. Quer dizer, no Brasil tudo depende de: (1) sorte (porque sempre tem aqueles cagados que chutam tudo e tiram nota alta); ou (2) preparo psicológico (quem não cansou de ver amigos inteligentes não conseguirem uma nota boa por nervosismo?). Aqui eles têm sim um exame nacional (chamado SAT), mas as universidades consideram todo o seu histórico escolar antes de te aceitar ou não. E não vou nem entrar em detalhes sobre o SISU para não me irritar.

   Maaaas voltando ao assunto: adorei assistir as partidas e incentivo ao esporte que os alunos recebem aqui. E outra coisa que aconteceu neste meio tempo foi o casamento dos lindos Lucas e Bobby. Fiquei muito feliz de poder ter participado da cerimônia que, devo ressaltar, foi a mais linda que já presenciei na vida mesmo tendo chegado atrasada :x
   
Parabéns, Lucas e Bobby! Todas a felicidade do mundo para vocês :)
   Eeeentão, eu até poderia continuar falando aqui, mas quero deixar um tópico especial para o próximo post. Vejo vocês por aí e tenham um bom fim de semana! Beeeeeijos e fica a dica sobre o próximo post ;)


2 comentários:

Atreyu disse...

aí todo mundo levando o roar da pantera a sério, e vc no meio avacalhando esse momento único para os torcedores do time kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk q mascote é esse... já mandando meu currículo para a organização, podemos trabalhar em algo mais elegante!

Victor Emmanuel disse...

AAAAAAAAAAAAH O CA SA MEN TO!!!
Mais fotos pfvr;

Postar um comentário

 
Layout por Victor Emmanuel exclusivamente para Rapadura com Poutini: Catching up