Um Pouco Mais de Charlottetown e PEI - Parte II

em domingo, 18 de agosto de 2013 com 6 Comentários
Oláááá gente bonita!

   Tudo bem? Estou aqui de novo nesta manhã de domingo para mostrar mais um pouco desta ilha linda onde estou morando. Eu gostaria de agradecer a todos que tiveram paciência de ver os vídeos do post passado, que bateu o record de visualizações do blog em menos de um dia (502 até o momento) e, mais uma vez, espero ter ajudado. Vamos ao post de hoje?

   Para encerrar o verão (que já está mesmo acabando, NOOOOOOO!), visitei vários lugares longe de Charlottetown e preciso comentar: é muito agradável dirigir pelo interior desta ilha. Bom, na verdade eu nunca dirigi aqui, mas eu imagino que seja porque nunca tem trânsito (forma só um pouquinho de nada quando você passa por algum trecho em obras), as estradas são ótimas, além de não ter buracos, são todas perfeitamente sinalizadas (você pode se orientar facilmente com um mapa de papel, porque tem placas em todas as entradas e também indicando em qual quilômetro da rodovia você está) e, principalmente, as paisagens são lindas!
   Eu sei que o Brasil também tem lugares maravilhosos, mas é que quando passo pelas estradas do meu estado, só se vê cana para todos os lados! Enfim, vimos (meu namorado e eu) muita coisa legal por aqui e vou compartilhar algumas com vocês. Ah, eu preciso pedir que vocês ignorem o reflexo das minhas pernas e do meu tablet nas fotos tiradas com a janela fechada. As fotos a seguir são em Stratford.

Saindo de Charlottetown
A ponte que liga as duas cidades

Este trator super esquisito é muito comum de se ver circulando pelas estradas daqui
Uma das coisas que mais tem por aqui são faróis, faróis por todos os lados!


Um celeiro vermelho, parece cena de filme! *-*
E esta simpática senhora que encontramos no caminho :)

   Saindo de Stratford e indo para o lado oposto da ilha nós temos as praias famosas e os parques ecológicos. Visitamos vários deles, mas vou mostrar apenas o Greenwich, um dos maiores e mais bonitos, para não ficar cansativo.  Greenwich National Park tem várias opções de trilha  que você pode escolher. Nós, é claro, fizemos todas (andamos mais de 10km só dentro do parque :x). O parque é muito lindo, mas tem um sério problema com insetos. Acho que se não tivéssemos comprado um repelente extra forte para ambientes selvagens os mosquitos teriam nos comido vivos! E mesmo com todo este repelente, ainda tivemos que aturar as abelhas que não davam um minuto de folga voando ao redor das nossas cabeças. Ainda assim, o passeio foi ótimo, um dos lugares mais bonitos que já visitei por aqui.

Entrada do parque
Entrada das trilhas
Trilha principal

Eu sempre quis olhar num negocinho desses *_* (sim, eu sou besta). Eu e meu amor, que nunca sorri para as fotos. 
Começo da floating boardwalk, que leva até a praia de Greenwich
Não, não fomos nós que fizemos isso na areia. Não vou colocar fotos desta praia porque não tem nada de diferente nela.
Lá perto do parque também tem este museu, cheio de história e artefatos indígenas encontrados no local, assim como a história da civilização de Greenwich e informações sobre a fauna local.
Mostrando como as raposas lindinhas se abrigam em suas tocas.
Uma das paisagens da volta, ignorem o fato da foto estar super torta, vocês já devem ter percebido que eu não sou a melhor fotógrafa do mundo...
Eu acho essas placas de castor muito engraçadas. Da primeira vez que vi fiquei confusa, mas com o tempo fui me dando conta que elas indicam o caminho para os parques ecológicos.

Green Gables Heritage Place


   Se tratando de Prince Edward Island, eu não poderia deixar de falar de um dos maiores motivos de orgulho da província: Anne of Green Gables. Foi um livro, ou  melhor, uma série de livros escritos por Lucy Maud Montgomery e publicados por volta de 1908. Ela foi a esposa de um pastor apaixonada por PEI e sua natureza, obviamente morava em Green Gables - Cavendish. O livro conta a história de uma órfã ruiva que é enviada por engano a um casal da ilha, que tinha pedido um menino ao orfanato para ajudar nas tarefas da fazenda. Li apenas o começo do livro até agora, mas Lucy Montgomery escreve com uma paixão que torna impossível não gostar de sua narrativa. São nove livros contando a história de Anne através dos anos, mas a autora publicou vinte romancess durante sua vida, além de cerca de quinhentos contos e poemas. Trechos dos seus diários pessoais também foram publicados postumamente.
   O sucesso do livro é tão grande em todo o país que há um enorme parque em homenagem a Anne e Lucy, assim como dois musicais sobre os livros que entram em exibição todos os verões, aos quais, infelizmente, não tive a oportunidade de assistir. Entretanto, fui visitar o Green Gables Heritage Place, um enorme parque em Green Gables, na praia de Cavendish, onde se encontram vários elementos presentes nos livros. A terra pertencia a parentes de Lucy Montgomery, já que sua casa já não existe mais.
   Logo na entrada, temos um mini museu, com fotos de Lucy e sua família, trechos de seus diários e alguns objetos pessoais, incluindo páginas originais de seu scrapbook. Há também uma sala de cinema, onde passam um filme sobre a vida de Lucy, mas não tive paciência para esperar pela próxima sessão, então fui direto para a segunda parte, onde há uma réplica de como era uma fazenda nos anos 1900, uma lanchonete, a loja de suvenirs  e o acesso a todas as partes do parque.

Entrada, o museu com as fotos e pertences.
Réplica de um celeiro. Isto é uma máquina que fazia algo com batatas (sempre batatas!) que eu não lembro agora.
Esta é uma sala climatizada (graças a Deus, porque estava fazendo mais de 30ºC esse dia!) com informações sobre o funcionamento de uma fazendo no início do século XX.
Eles têm visitas guiadas, se você quiser esperar, mas preferimos ir por conta própria, achamos que seria menos tumultuado. E foi mesmo.
Eu dando uma de Anne :D No livro, ela chega à fazendo em uma charrete como esta.
O parque é muito, muito bonito. Principalmente na primavera, quando tudo está cheio de flores. Para falar a verdade, não sei se funciona no inverno.
Uma casa de fazenda tradicional do início do século XX. Vocês ficariam surpresos em ver o quão espaçosa ela é por dentro. Sério que esta casa tem sala de estar, sala de jantar, uma cozinha enorme, quarto de costura, despensa e mais uns cinco quartos para dormir.
Um dos quartos da casa, com vestes tradicionais da época. Você se sente voltando ao passado.

   Como não podia faltar, o parque possui algumas trilhas (três, se bem me lembro), para que você veja a natureza local com os olhos que Lucy via e entenda sua paixão por tudo aquilo. E preciso dizer: você entende. Como as trilhas são um tanto quanto grandes, você não se sente cercado de gente o tempo todo mesmo nos dias mais cheios e é possível apreciar a paisagem e o silêncio.
Entrada da trilha assombrada.
Nas trilhas, há várias placas como esta, falando na fauna e flora local ou com trechos dos diários de Lucy.



   Eu vou ficando por aqui. Este foi o fim do "especial de verão" porque já mostrei tudo o que queria de quando meu namorado veio me visitar e após isso não saí muito da cidade, a não ser a trabalho. Espero que vocês tenham gostado do post, deixe seu comentário e tenha um ótimo fim de semana!
Beijoos e até a próxima.


Ah! Ontem foi aniversário da minha mamis, então vou aproveitar para dar mais um (tardio) parabéns e feliz aniversário para ela e dizer que estou morrendo de saudades, mas ficar me fazendo inveja no Skype com comida brasileira é sacanagem!

Hoje também é aniversário da Juh, do site Livros & Bolinhos, meu site de livros favorito. Juh, sua linda, feliz aniversário! Continue me dando estas indicações de livros maravilhosas e toda a felicidade para você :)

6 comentários:

Victor Emmanuel disse...

Ain *-* Canadá cada vez mais me encanta. Ansioso demais para chegar ai, sério *-*

Clara disse...

Curti!

Steffanne Santos disse...

Muito lindo tudo, me apaixonei pelo quarto tradicional, super lindo. *--*

Atreyu disse...

Vou desenhar esse seleiro na aquarela!!! Muito fantástico!!!

Atreyu disse...

Que fique registrado que qro uma lhama igual a essa!!! \o/

Vivi Rodrigues disse...

Esse lugar é muito bonito mesmo!! :D

Postar um comentário