Charlottetown e a Primavera

em domingo, 23 de junho de 2013 com 3 Comentários
Olááá gente bonita que não sabe comentar mas reclamar que eu não posto é uma beleza, né?

Tudo bem com vocês?
Sim, eu sei que eu prometi uma postagem sobre Halifax há umas três semanas e, acreditem, parte dela já está escrita. Mas eu escrevia e parava. Escrevia e parava. Escrevia e parava. Até que parei. Sim, o post estava me deixando entediada, então resolvi colocar outro na frente ele enquanto não encontro uma maneira de deixa-lo mais apresentável. Vamos lá?

Então, mas últimas semanas eu tenho me dedicado ao meu lindo estágio, que está na fase de coleta, o que me leva à praia três ou quatro dias por semana. O que seria uma maravilha, não fosse o fato do tempo estar horrível. É primavera em Charlottetown e chove o tempo todo! Então, imagina só ter que colocar armadilhas para caranguejo (como vocês podem conferir nas imagens abaixo) no meio do rio, na chuva, a uma temperatura de 9ºC. Não, não é nada agradável. Que bom que temos estas calças para entrar na água sem nos molhar (chamam de wader, não achei uma tradução).


Em compensação, durante a semana passada, a temperatura subiu e o sol tem sido mais constante, o que é bom não apenas para o meu humor e conforto térmico, mas para a minha pesquisa, uma vez que os caranguejos não têm muita vontade de aparecer e entrar nas armadilhas quando está frio. Então durante a semana passada o clima do estágio foi assim:

Este é o colequinha do meu objeto de estudo, o caranguejo das pedras. Espécie nativa e muito importante para o comércio na ilha. Eles são enooormes, esse aí ainda é pequeno comparado a outros que já pegamos.
Rio Norte - Charlottetown, PE
Meu objeto de estudo é o uma espécie européia invasora chamada Carcinus maenas, conhecido como caranguejo verde. Ele tem acabado com tudo, de algas a ostras, e o caranguejo das pedras ali em cima não consegue competir com com o verde, que é pequeno e ruim de comercializar, por isso a preocupação com o "delinquente" abaixo. Eu poderia continuar falando sobre meu trabalho, que eu adoro, mas vocês não querem saber disso (eu acho), então vamos adiante.

Juvenis de C. maenas, o caranguejo verde europeu
A temperatura aumentou e eu comecei a suar na ruas mesmo andando de bermuda e camiseta \o/ (ouço coros de aleluia?). E a cidade está lindaaa! Tem flores e cores por todos os lados e os cheiros também! É ótimo passar por um jardim ou um canteiro e sentir aquele cheiro floral. Lembram daquela vontade de ficar embaixo das cobertas o dia inteiro durante o inverno? Bem, ver todo este sol lá fora só dá vontade de ir passear.

Uma das entradas da UPEI
Estas flores lindinhas amarelas estão por todos os lados, mas eu sempre vias as pessoas passando o cortador de grama nelas todos os dias, então descobri que são um tipo de erva daninha.
Elas se transformam neste dente de leão, por isso se espalham tão fácil. Vocês não têm ideia do quanto é legal andar num campo cheio deles chutando as hastes altas :D
E o tempo bom até me fez sair para brincar no parque. O Victoria Park, onde vai ocorrer o Canadian Day daqui a 7 dias, é o maior parque da cidade. Ele tem vários campos de basebal, trilhas, parquinhos para as crianças, piscinas e tudo mais. Reunimos os brasileiros para jogar algo chamado "taco". Eu nunca tinha jogado antes, mas estava me divertindo bastante até que, enquanto corria, tropecei, caí e me ralei toda (eu sei, vocês devem estar pensando: "me conta uma novidade", já que eu não sou nem um pouquinho estabanada). Até que para uma iniciante, eu estava acertando umas bolas legais.

Reparem na cor da minha calça originalmente azul escura. Esta foto foi tirada depois da queda, testemunhas relatam que  foi uma das cenas mais engraçadas já vistas... É, eu também queria que estivessem filmando.
Maaas até agora eu não mostrei a cidade! Sim, porque na quinta passada o tempo estava tão agradável que eu tinha que sair para tirar fotos e mostrar a vocês. Se vocês não se lembram da aparência de Charlottetown durante o inverno, podem encontrar as fotos aqui e aqui. Tirei todas as fotos a seguir durante minha caminhada da UPEI (algumas dentro da universidade) até o centro.

Entrada da biblioteca. Detalhes nas próximas fotos.


Apreciando um milkshake na frente do teatro. Ok, reclamação: eles não colocam calda no milkshake aqui. Saudades da Bali   =/
Detalhe das flores que estava atrás de mim na foto acima.

Parada num semáforo qualquer. Eu devia parecer um louca tirando foto de tudo.
Passar por estes lugares é que fazem você sentir o cheiro.
Um restaurante em clima de primavera :)

Eu tinha outra foto para mostrar, mas ela não quer ficar no lugar certo -.-
Bem, além de trabalhar, dormir, cozinhar (já que o refeitório está fechado) e andar por aí, eu tenho lido como uma desesperada. Lembro que quando fiz aquele vídeo em março eu tinha lido 3, agora já são 13. Estou aproveitando porque sei que ficarei sem tempo de novo em setembro... Acho que por hoje é só. Espero que tenham gostado, beijos e nos vemos por aí ;)

3 comentários:

Victor Emmanuel disse...

OWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWN. A cidade fica linda na primavera mas eu não sei se prefiro ela assim, com neve fica tão <3 <3

Jéssica de Paula disse...

Me senti alfinetada com seu comentário inicial! kkkkk
Achei a cidade linda, adoraria a oportunidade de visitar, mesmo não rolando calda no milkshake. OI?!
Ah, criaturas bonitinhas os caranguejinhos, mas provavelmente eu não pegaria. rá!
:***

Steffanne Da Silva Santos disse...

Onti, que lindoooo, queria muito sentir o cheiro, amo aroma de rosas, flores, etc...

P.S.: Caranguejos falam muito da minha personalidade, acho que você já deve ter percebido isso. ^^

Postar um comentário